O Grêmio concluiu a venda do meia Bitello para o Dínamo Moscou, da Rússia. A qualquer momento, as partes devem anunciar oficialmente a operação, que será muito importante para manter a saúde financeira do clube nesta temporada. Embora não seja suficiente para atingir a meta de R$ 73 milhões estipulada, cumprirá boa parte desta quantia e a partir disso, buscar outras fontes de renda com mais tranquilidade.

E mesmo que não seja o valor solicitado inicialmente pelo Grêmio, esta venda já representa uma das maiores transações da história gremista. Vale lembrar que a maior negociação de venda já feita pelo Grêmio em sua história foi a de Arthur ao Barcelona, que rendeu cerca de R$140 milhões.

No caso de Bitello, a operação foi acertada por 10 milhões de euros fixos (R$ 52,7 milhões na cotação atual), sendo que deste montante, 7 milhões de euros (R$ 36,9 milhões) ficarão nos cofres do tricolor. Confira a lista completa abaixo.

Bitello foi vendido pelo Grêmio ao Dínamo de Moscou, da Rússia. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)
Bitello foi vendido pelo Grêmio ao Dínamo de Moscou, da Rússia. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)

Maiores vendas da história do Grêmio

  1. Arthur: R$ 140 milhões (vendido ao Barcelona-ESP) / 2017
  2. Éverton Cebolinha: R$ 127,6 milhões (vendido ao Benfica-POR) / 2020
  3. Pepê: R$ 98,1 milhões (vendido ao Porto-POR) / 2021
  4. Vanderson: R$76 milhões (vendido ao Mônaco-FRA) / 2022
  5. Matheus Henrique: R$ 74 milhões (vendido ao Sassuolo-ITA) / 2021
  6. Bitello: R$ 52,7 milhões (vendido ao Dínamo Moscou-RUS) / 2023
  7. Pedro Rocha: R$ 45 milhões (vendido ao Spartak Moscou-RUS) / 2017
  8. Tetê: R$42 milhões (vendido ao Shakhtar Donetsk-UCR) / 2019
  9. Mário Fernandes: R$ 37,2 milhões (vendido ao CSKA Moscou-RUS) / 2012
  10. Walace: R$ 31,3 milhões (vendido ao Hamburgo-ALE) / 2017
  11. Fernando: R$ 31 milhões (vendido ao Shakhtar Donetsk-UCR) / 2013
  12. Ruan: R$ 30,1 milhões (vendido ao Sassuolo-ITA) / 2021
  13. Rafael Carioca: R$25,6 milhões (vendido ao Spartak Moscou-RUS) / 2009
  14. Giuliano: R$ 25,2 milhões (vendido ao Zenit-RUS) / 2016