Um dos jogadores mais criticados pela torcida gremista nesta temporada, o volante Felipe Carballo não foi convocado para as próximas 2 rodadas das Eliminatórias com a seleção uruguaia, surpreendendo por ser um dos jogadores de maior confiança da próxima geração do país. Entretanto, não foi o critério técnico que definiu sua ausência.

Em entrevista à Rádio Carve Deportiva, do Uruguai, o jogador revelou que pediu para não ser convocado por conta de fortes dores no púbis. Segundo o próprio jogador, suas condições não eram suficientes para atuar pela seleção nacional:

"Domingo, terminei o jogo e falei com a Seleção. Ali descobri que tinha sido convocado. Fui honesto e disse a eles que não estava em forma, embora sempre queira estar. Percebi que não conseguia correr." comentou.

Carballo antecipou volta aos trabalhos no CT Luiz Carvalho

Muito por conta de suas dores no local, Carballo antecipou sua volta aos trabalhos no CT gremista. Enquanto grande parte do elenco se reapresenta apenas na quinta-feira (12), o uruguaio retornou para acelerar seu processo de recuperação visando o próximo jogo do time, diante do Athletico, no dia 18.

Carballo atuou por apenas 45 minutos no clássico Gre-Nal 440. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)
Carballo atuou por apenas 45 minutos no clássico Gre-Nal 440. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)

Além de Carballo, o meia Luan e o atacante Everton Galdino também retornaram de forma antecipada aos trabalhos e estão aprimorando sua parte física. Com a não-convocação de Carballo, o único desfalque por presença em seleção é a de Villasanti, que está com a seleção paraguaia. O jogador deve ser desfalque diante do Athletico por conflito de datas.

Nesta temporada, Carballo já teve diagnosticada uma pubalgia e precisou ficar de fora dos jogos por cerca de 30 dias. Além disso, há cerca de um mês também teve confirmada uma lesão de grau l no ligamento colateral medial do joelho direito.