Vivendo grande dificuldade financeira, o Grêmio estabeleceu que precisa arrecadar aproximadamente R$90 milhões para bater a sua meta. Pensando nisso, a direção do clube já efetuou saídas através de vendas, como o meia Campaz e os atacantes Ferreira e Guilherme. Mesmo assim, mais negociações são necessárias para atingir este limite.

Com isso, um jogador despertou o interesse e pode definitivamente rumar ao futebol europeu nas próximas semanas: Trata-se do lateral-esquerdo Cuiabano. Cercado de muita expectativa desde que subiu ao time profissional, o jogador de 20 anos de idade vive um impasse entre saída e permanência.

Cuiabano recebe proposta e pode deixar o Grêmio. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)
Cuiabano recebe proposta e pode deixar o Grêmio. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)

Grêmio recebe proposta da Europa por Cuiabano

Nas últimas semanas, o Grêmio iniciou negociações com o Torino pela venda de Cuiabano. Após recusar uma primeira investida do time italiano, o tricolor enviou uma contraproposta, detalhando os números que considera como satisfatórios para liberar o jovem lateral.

Paralelamente, o clube tenta dialogar com Cuiabano e seus representantes por uma renovação de contrato. Seu vínculo atual vai até dezembro deste ano e ainda existem obstáculos importantes para avançar pela sua permanência em Porto Alegre.

Se não efetivar a venda neste momento e recusar uma saída, o Grêmio corre o risco de perder Cuiabano gratuitamente a partir de julho, quando o atleta poderá assinar um pré-contrato com qualquer clube e sair de forma gratuita em janeiro de 2025.

O Grêmio é dono de 90% dos direitos econômicos do atleta e sua multa rescisória para o futebol do exterior é de aproximadamente 50 milhões de euros (R$268 milhões na cotação atual).