Com o acesso já matematicamente garantido, o Grêmio pode enfim, começar a planejar a próxima temporada. 2023 será um ano de muitos desafios para o clube dentro e fora de campo, já que o diagnóstico interno é de que será necessária uma grande reformulação para a disputa da 1ª divisão do Campeonato Brasileiro.

É pensando nisso que já são realizadas algumas projeções sobre o estado das finanças no próximo ano. A grande notícia é que a volta à elite trará um aumento significativo nas receitas e até mesmo no poder de investimento dentro da próxima janela de transferências.

Grêmio pode ter aumento de até R$100 milhões em receitas para 2023

Internamente existe uma análise, ainda inicial, que o Grêmio terá um aumento de aproximadamente R$100 milhões em seu orçamento. Essa projeção é referente a 3 áreas do clube: Direitos de Televisão, acordos comerciais e quadro social. Dentro disso, a maior quantia deve vir dos direitos de TV. Somando o valor pago e a quantia de pay-per-view, a expectativa é de que pelo menos R$60 milhões entrem nos cofres.

Renato Portaluppi condiciona permanência a contratações de peso. Orçamento maior pode colaborar. (Foto: Lucas Uebel / Divulgação)
Renato Portaluppi condiciona permanência a contratações de peso. Orçamento maior pode colaborar. (Foto: Lucas Uebel / Divulgação)

Outro ponto importante para esta análise é o aumento no quadro social. Hoje, o tricolor conta com cerca de 60 mil sócios, número bem abaixo dos anos em que disputou a série A do Brasileirão. São esperados que cerca de R$20 milhões de acréscimo sejam injetados.

Por fim, os acordos comerciais também devem determinar um aumento no orçamento. Caso tenha sucesso nesta área, outros R$20 milhões podem integrar as receitas de 2023, melhorando ainda mais a situação financeira. O total deste aumento pode superar os R$100 milhões.

Estes números já foram debatidos entre o atual presidente, Romildo Bolzan, e os candidatos ao próximo mandato (Odorico Roman e Alberto Guerra). O próximo presidente gremista começará seu trabalho a partir da 2ª semana de novembro.