Atualmente com 11 pontos de desvantagem para o Botafogo, líder do Campeonato Brasileiro, o Grêmio viu as esperanças de título diminuirem de forma considerável após a derrota no clássico Gre-Nal. O time comandado pelo técnico Renato Portaluppi se tornou alvo de debates internos, em busca de diagnósticos para a queda de desempenho restando 12 rodadas para o fim da temporada.

Um dos jogadores mais citados neste trabalho de análise é o meia Franco Cristaldo. Compra mais cara da história do tricolor, o argentino está em baixa e com isso, é um dos responsáveis pelo momento negativo do time. Tal situação ajuda a se comprovar pelo seu aproveitamento dentro de campo.

Grêmio liga "sinal de alerta" sobre Cristaldo

Nos últimos 4 jogos do Grêmio, Cristaldo atuou por apenas 45 minutos e na maioria das ocasiões, apresentou rendimento muito abaixo do restante do time. Diante do Corinthians, o camisa 19 gremista marcou 1 gol e deu uma assistência no jogo que terminou empatado por 4x4.

Atuando ao lado de Nathan no setor de criação, Cristaldo se tornou muito questionado por conta da falta de intensidade e além disso, viu o desempenho da equipe melhorar na maior parte dos jogos em que não esteve presente.

Cristaldo vira tema de debate interno no Grêmio. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)
Cristaldo vira tema de debate interno no Grêmio. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)

Agora, diante do Athletico, a tendência é que Cristaldo permaneça entre os titulares, mas Renato deve modificar novamente o esquema tático do time, optando pela presença de 3 zagueiros. A comissão técnica ainda não sabe se poderá contar com todos os jogadores do elenco e por isso, o time inicial para o jogo de quarta-feira (18) ainda não foi definido.

Mesmo sendo alvo de debates internos, Cristaldo segue com a confiança da commissão técnica e internamente o clube ainda considera que sua presença no time titular seja fundamental para uma retomada de desempenho. Não existe, neste momento, qualquer indício de que o clube planeje sua saída na próxima temporada.

Cristaldo foi contratado em janeiro deste ano junto ao Huracán, da Argentina, por 4,5 milhões de dólares (R$ 22,7 milhões na cotação atual). Seu contrato vai até dezembro de 2026 e seu salário é de aproximadamente 60 mil dólares (R$300 mil).