Enquanto trabalha por outras frentes e corre contra o tempo para trazer reforços ao elenco comandado por Renato Portaluppi, a direção do Grêmio tem o seu nome preferido para ser a grande referência técnica do time: Trata-se de Vincent Aboubakar, do Besiktas.

O camaronês de 31 anos está com a seleção de seu país na disputa da Copa Africana de Nações, além de estar em fase final de recuperação de uma lesão muscular. Há cerca de um mês, a direção tricolor conversa com o staff do atleta para o convencer a atuar no futebol brasileiro.

Entretanto, ainda existe indefinição sobre este ponto, além da espera por ofertas da Europa, já que sondagens chegaram de clubes do Velho Continente ainda no final de 2023.

Grêmio segue na espera por resposta de Aboubakar

Internamente, o Grêmio aposta que o atleta não acerte com nenhum clube europeu até o fechamento da janela no continente, que será no dia 1º de fevereiro. A exclusão de possibilidades na Europa aumenta consideravelmente a chance de Aboubakar cogitar morar no Brasil, tendo em vista que financeiramente a proposta tricolor é considerada forte.

Aboubakar segue na mira do Grêmio. (Foto: FIFA / Dvulgação)
Aboubakar segue na mira do Grêmio. (Foto: FIFA / Dvulgação)

O camaronês está entre os jogadores negociáveis do Besiktas enquanto o clube trabalha para finalizar a melhor operação possível. No Brasil, outras equipes também analisaram uma proposta, como Palmeiras e Corinthians.

Enquanto não recebe a resposta definitiva do jogador, outras opções são negociadas. Kaio Jorge, Rodrigo Muniz e Gabigol entraram recentemente no radar, mas todas sem sucesso por fatores financeiros e de desejo dos atletas.

Pelo Besiktas nesta temporada, Aboubakar disputou 22 jogos, com 11 gols marcados e 3 assistências.