Retornando para a elite do futebol brasileiro, o Grêmio teve a necessidade de montar um elenco competitivo e com menor capacidade de investimento do que seus principais adversários. Tal diferença de arrecadação se reflete, por exemplo, na arrecadação com os patrocínios fixados na camisa do clube.

É importante dizer que este cenário melhorou neste ano, já que a chegada de um novo patrocinador impulsionou de forma considerável a arrecadação e este deve ser um padrão para a negociação de outros contratos. Existe convicção interna de que será necessário valorizar novos patrocínios e posicionar melhor o clube no mercado.

Arrecadação do Grêmio com patrocínio nas camisas em 2023

Hoje, o Grêmio arrecada aproximadamente R$ 58 milhões anuais com seus respectivos patrocínios. A principal modificação em relação ao ano passado foi a entrada da casa de apostas Esportes da Sorte, que assinou vínculo até a metade de 2026, paga a quantia de R$ 16,6 milhões fixos por ano + o pagamento de uma bonificação anual de 1 milhão de dólares (R$ 5 milhões).

Outro patrocínio importante é da UMBRO, fornecedora de material esportivo. Parte deste valor é revertido em material, mas o acordo gira em torno de R$ 20 milhões. O atual contrato com a empresa vai até dezembro de 2024.

Por fim, estampam a camisa tricolor outras duas marcas: Banrisul e Vero. Além do banco do estado, a empresa de crédito estampa sua marca na camisa gremista e para isso, o pagamento somado anual é de R$22 milhões.

Camisa do Grêmio é ocupada por 6 parceiros fixos nesta temporada. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)
Camisa do Grêmio é ocupada por 6 parceiros fixos nesta temporada. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)

Ainda existe um outro parceiro na camisa gremista: A UNIMED. A empresa do ramo de planos de saúde possui um acordo de parceria com o Grêmio e em troca, o clube garante um plano especial de assistência médica para os jogadores e alguns funcionários.

O mais novo acordo, com o Festival Churrasco e Modão, gerou R$ 2 milhões em troca da aparição na camisa por 2 meses, ou seja, entre outubro e novembro.

Arrecadação maior de outros clubes

Mesmo com a melhora neste ano, o valor arrecadado pelo Grêmio está longe de estar entre os maiores do Brasil. Hoje, o clube com maior arrecadação com patrocínio na camisa é o Flamengo, que possui pelo menos R$ 117 milhões anuais e sem contar com a Adidas, fornecedora de material esportivo do clube carioca. Se for contabilizado o contrato com a Adidas, o valor total pode chegar a R$ 203 milhões, quase 4x mais do que a camisa gremista.

Outro clube com grande receita neste setor é o Palmeiras, que recebe cerca de R$ 81 milhões para estampar a Crefisa e a FAM (Faculdade das Américas). Ambas as empresas são propriedade da atual presidente do clube, Leila Pereira. Além disso, o contrato com a Puma prevê o pagamento de pelo menos R$ 22,5 milhões anuais.

Por fim, mais um clube de grande receita com os patrocínios na camisa é o Corinthians, que sem contabilizar o acordo com a Nike, recebe cerca de R$ 116 milhões com 8 patrocinadores. Basicamente, estes 3 exemplos possuem arrecadação de aproximadamente 100% maior do que a camisa gremista.