A temporada 2024 ainda não começou oficialmente para o Grêmio, mas a direção do clube já trabalha nos bastidores para montar e reforçar o elenco que será comandado pelo técnico Renato Portaluppi nas 4 competições que disputará. Internamente, a grande ambição é a Copa Libertadores da América.

E mesmo com apenas 2 contratações anunciadas até o momento (Dodi e Soteldo), o clube busca nomes experientes e de impacto para posições cirúrgicas. A contratação de um goleiro está entre as prioridades neste início de ano e os principais candidatos são os argentinos Esteban Andrada, do Monterrey, e Agustín Marchesin, do Celta de Vigo.

Entretanto, um grande nome apareceu nas últimas horas como possibilidade: Marcelo Grohe. Um dos maiores ídolos da história gremista, Grohe está no Al-Ittihad, da Arábia Saudita, desde 2019. Após anos de destaque, perdeu espaço e segundo a imprensa saudita, negocia sua rescisão de contrato. Seu vínculo vai até junho deste ano, ou seja, já existe a possibilidade de assinar um pré-contrato e ser contratado sem custos por um novo clube.

Marcelo Grohe pode estar de saída do futebol árabe. (Foto: Al-Ittihad / Divulgação)
Marcelo Grohe pode estar de saída do futebol árabe. (Foto: Al-Ittihad / Divulgação)

A negociação pela quebra de contrato acontece para que o clube árabe libere uma das vagas que possui para jogadores estrangeiros, e também abre as portas para o goleiro retornar ao futebol brasileiro de forma imediata. Financeiramente, Marcelo Grohe estar livre no mercado também ajuda a diminuir o patamar salarial que integra atualmente. Seus vencimentos se aproximam de R$ 2 milhões mensais. Este valor será reduzido caso o retorno ao Brasil se confirme.

Marcelo está no Brasil para o período de descanso em meio a temporada na Arábia Saudita. O próximo jogo do Al-Ittihad será apenas em 4 de fevereiro, contra o Al-Faisaly, pela Copa do Rei Saudita. Até lá, o jogador decidirá com seu representante e seu clube quais serão os próximos passos de sua carreira.

Grohe defendeu o Grêmio entre os anos de 2005 e 2018. Foi campeão da Copa do Brasil de 2016, da Copa Libertadores da América de 2017, da Recopa Sul-Americana de 2018, além do Campeonato Gaúcho em 2006, 2007, 2010 e 2018. Também participou do time que venceu a série B do Campeonato Brasileiro em 2005.