O excelente momento na temporada e a expectativa por resultados contundentes nas competições fazem com que o Grêmio seja um clube muito visado nesta janela de transferências. E ao lado dos jovens atletas, como Bitello, outro jogador já é alvo de observação e sondagens por outros clubes: Trata-se do meia Franco Cristaldo.

Contratado em janeiro junto ao Huracán, o meia argentino é um dos destaques do time comandado pelo técnico Renato Portaluppi. Em 12 jogos no Brasileirão, Cristaldo marcou 4 gols e deu 1 assistência, sendo o artilheiro gremista na competição, sendo o principal organizador de jogadas.

Recentemente, o jogador foi alvo de contatos envolvendo o Toluca, tradicional clube do futebol mexicano. As sondagens foram feitas diretamente aos representantes do meia, que foram também os responsáveis por viabilizar sua chegada ao Grêmio.

Os motivos para Cristaldo e Grêmio recusarem sondagens do Brasil e do exterior

Pelo lado do Grêmio, existe o entendimento de que Cristaldo é um dos pilares do time. Além disso, o clube investiu de forma considerável por sua contratação, visando também um retorno técnico durante os 4 anos de contrato que foram acertados.

Aliado a isso, também está a situação financeira. Internamente, a avaliação é de que apenas uma proposta extremamente fora da realidade do mercado seria passível de análise, algo que não deve acontecer.

Cristaldo já é cobiçado no mercado após grande início com a camisa do Grêmio. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)
Cristaldo já é cobiçado no mercado após grande início com a camisa do Grêmio. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)

Já pelo lado do jogador, o ambiente é de total adaptação. O status no time e o ótimo desempenho no futebol brasileiro fizeram com que o próprio jogador sequer cogitasse a possibilidade de trocar de clube no momento. Vale lembrar que além do Toluca, Fluminense e Palmeiras buscaram informações sobre sua situação contratual e valores. Entretanto, é importante dizer que nenhuma proposta oficial ainda chegou na mesa da direção do Grêmio.

Cristaldo foi contratado por aproximadamente 4,5 milhões de dólares (R$ 24 milhões na cotação da época) após grande desempenho pelo Huracán, da Argentina. Foi, em termos de compra de direitos econômicos, a maior operação da história do Grêmio.