O atacante Bruno Henrique pode se tornar um dos produtos mais valiosos do futebol brasileiro ao fim desta temporada. Em fim de contrato com o Flamengo, o jogador de 32 anos ainda não tem sua permanência garantida no time carioca e já desperta o interesse de diversos clubes do futebol brasileiro. Dentre estes clubes está o Grêmio.

Há cerca de um mês, dirigentes gremistas entraram em contato com o staff do atleta para saber suas condições e os termos de uma eventual transferência. O tricolor analisa grandes nomes para o seu elenco visando a disputa da Copa Libertadores da América de 2024 e terá mais potencial de investimento com a saída de Luis Suárez.

Os valores pedidos por Bruno Henrique para trocar de clube em 2024

Bruno Henrique é um dos jogadores mais bem pagos atualmente do elenco do Flamengo e em caso de uma mudança de ares na próxima temporada, existem duas principais exigências: Um contrato de grande retorno financeiro.

Para isso, foram apresentadas as seguintes condições:

  • 2 anos de contrato (até dezembro de 2025);
  • R$ 1,5 milhão de salário mensal;
  • R$ 8 milhões de luvas, diluídas no contrato.

Estas condições foram repassadas a diversos clubes do Brasil, dentre eles o Atlético-MG. São Paulo e Palmeiras são outros dois fortes interessados na sua contratação. Mesmo assim, a prioridade de Bruno Henrique é permanecer no Flamengo, desde que o rubro-negro melhore o contrato atual.

Bruno Henrique foi sondado pelo Grêmio visando a temporada de 2024. (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)
Bruno Henrique foi sondado pelo Grêmio visando a temporada de 2024. (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

Ao todo, o valor da operação para um clube brasileiro efetuar a contratação do jogador seria de aproximadamente R$ 47 milhões. Com isso, a tendência é de que a situação não seja resolvida de forma breve, principalmente pelos altos valores envolvidos.

Existe a possibiidade também de clubes do exterior entrarem na disputa pelo atacante, que no fim do ano passado sofreu com uma grave lesão multiligamentar no joelho. Mesmo com o mau momento vivido pelo Flamengo no ano, retornou bem aos gramados e rapidamente se tornou um dos destaques da equipe comandada por Jorge Sampaoli.