Um dos jogadores com maior potencial no elenco do técnico Renato Portaluppi, o lateral-esquerdo Cuiabano vive momento de baixo aproveitamento. Após boas atuações e pedidos da torcida por sua titularidade, sua minutagem reduziu drasticamente, a ponto de não ser utilizado há cerca de 2 meses no time principal gremista.

E, sobre este atleta, existem alguns bastidores que explicam a redução na minutagem de Cuiabano. O fator principal se refere a chegada de vários reforços para o setor ofensivo e com isso, a limitação do seu uso para apenas uma posição: Lateral-esquerdo. Entretanto, com a saída de Diogo Barbosa, se tornou o reserva imediato para Reinaldo. Sua utilização mais avançada, como aconteceu em outros momentos da temporada, foi descartada.

Cuiabano é uma das revelações do Grêmio em 2023. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)
Cuiabano é uma das revelações do Grêmio em 2023. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)

Cuiabano atrai interesse de 12 equipes

Aos 20 anos de idade e apresentando ótimo nível de desempenho nas suas oportunidades, Cuiabano coleciona interessados em seu futebol. Ao todo, 12 clubes já manifestaram interesse ou buscaram informações sobre seu contrato e os valores solicitados pelo Grêmio para uma eventual transferência.

As equipes são:

  • Olympique de Marseille (França);
  • Lyon (França);
  • Stuttgart (Alemanha);
  • Ajax (Holanda);
  • Bayern de Munique (Alemanha);
  • Bayer Leverkusen (Alemanha);
  • Wolfsburg (Alemanha);
  • Porto (Portugal);
  • Fiorentina (Itália);
  • Salernitana (Itália);
  • Galatasaray (Turquia);
  • Fenerbache (Turquia)

Cuiabano tem contrato com o Grêmio até dezembro de 2024 e sua multa rescisória para o futebol do exterior é de 50 milhões de euros (R$ 270 milhões na cotação atual). O Grêmio possui 90% dos direitos econômicos do atleta. Já para o futebol nacional, sua multa é estimada em cerca de R$ 15 milhões.

Nesta temporada, o lateral já disputou 11 jogos, com 2 gols marcados. Além dele, outros jovens jogadores do elenco tricolor são observados pelo mercado europeu, como o meia Bitello, o zagueiro Gustavo Martins e o volante Ronald.