Atual campeão da Copa Libertadores da América, o Fluminense está ativo no mercado em busca de contratações para o time comandado pelo técnico Fernando Diniz. E após diversas tentativas por outros nomes, o tricolor carioca está muito próximo de anunciar oficialmente a chegada do atacante Douglas Costa, de 33 anos.

O atacante, que defendeu as cores do Grêmio pela última vez em 2021, desistiu de ir ao futebol turco após ser convencido pelo técnico do Flu a voltar ao Brasil. Seu contrato com a equipe carioca terá duração de um ano e meio.

Ao mesmo tempo que jogará em outro clube do Brasil, Douglas segue com dívida pendente em relação ao acordo de rescisão feito com o Grêmio, no início de 2022. Por isso, entenda os detalhes dos valores pendentes entre o tricolor gaúcho e o atleta.

A dívida do Grêmio com Douglas Costa, novo reforço do Fluminense

O acordo feito pelo ex-presidente Romildo Bolzan Jr. e o staff de Douglas Costa prevê que o clube pague os valores que estavam atrasados até o momento de sua saída. Com isso, ficou previsto o parcelamento do valor em 48x mensais de aproximadamente R$145 mil. A 1ª parcela estava prevista para janeiro de 2023, um ano após sua saída. O valor total do débito é de cerca de R$7 milhões.

O clube já acertou o pagamento de parte deste débito nos últimos meses. Entretanto, ainda existe uma alta quantia em atraso, além de juros e correção monetária.

Douglas Costa será o novo reforço do Fluminense para 2024. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)
Douglas Costa será o novo reforço do Fluminense para 2024. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)

Além disso, o documento também contemplava uma cláusula que reduzia os valores da dívida em caso de acerto com qualquer clube brasileiro. Entretanto, este termo tinha validade até dezembro de 2023 e agora, o atacante está totalmente livre desta condição.

Após deixar o Grêmio, Douglas Costa atuou pelo LA Galaxy, dos Estados Unidos. Pelo clube norte-americano, foram 51 jogos, com 8 gols marcados e 8 assistências. Sua última partida oficial foi em outubro de 2023.