A grande polêmica do Grêmio neste início de temporada parece estar em seu capítulo final. O goleiro Adriel, punido por casos de indisciplina pela direção tricolor e pelo técnico Renato Portaluppi, se pronunciou oficialmente no início da tarde desta sexta-feira (5), via rede social.

Através de um story no Instagram, Adriel pediu desculpas pelo que o próprio caracterizou como "transtorno" e "erro". O jovem jogador ainda pede à torcida gremista uma oportunidade de recuperar seu espaço e de brigar por uma oportunidade no time titular.

"Fala, torcedores gremistas. Venho aqui pedir desculpas por todo o transtorno, quero pedir desculpas pelos meus erros, foi um momento bem complicado para mim e para minha cabeça. Peço que vocês me deem uma oportunidade de virar este jogo com o apoio de todos. Nova página daqui para frente, será só alegria. Deixar bem claro que algumas coisas que foram ditas não foram na intenção de machucar ninguém.

Pedi desculpas aos meus companheiros e assumi meu erro. Jamais quero ir contra a instituição Grêmio, sou o que sou graças ao Grêmio. Novamente peço desculpas a todos, quero conquistar a confiança de todos. Vamos juntos."

Veja a publicação oficial na íntegra:

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Adriel deve ser reintegrado ao elenco do Grêmio

Após não atuar em 2 jogos e inclusive ser retirado dos relacionados na vitória de 2x1 contra o Cuiabá, Adriel pode retornar ao elenco para o jogo contra o RB Bragantino neste domingo (7), às 18h30, pela 4ª rodada do Brasileirão.

Neste momento, seu principal concorrente na posição é Gabriel Grando, que conta com maior confiança do técnico Renato Portaluppi em comparação a Brenno e Felipe Scheibig.

Adriel tem contrato com o Grêmio até dezembro de 2024 e recebe salários de aproximadamente R$ 50 mil mensais. Clubes do futebol europeu já observam sua situação e podem apresentar uma proposta na próxima janela de transferências, que abre no dia 3 de julho. O mais recente interessado é o Napoli, campeão italiano desta temporada.