Mesmo ainda sem terminar sua participação no Campeonato Brasileiro, o Grêmio já iniciou o seu planejamento para 2024. Além de começar os trabalhos de análise para possíveis contratações, a direção tricolor também busca resolver o futuro de atletas com contrato curto, ou seja, até o fim desta temporada.

Por conta da dificuldade financeira vivida pelo tricolor neste momento, uma solução encontrada para reforçar o time comandado pelo técnico Renato Portaluppi foi recorrer a jogadores em baixa e com a possibilidade de oferecer contratos curtos, de um ou dois anos. Um destes casos é o lateral-direito João Pedro.

Aos 26 anos de idade, João Pedro foi uma das contratações mais questionadas por parte da torcida e da imprensa. Após não ter bom rendimento no Porto e no Corinthians, o atleta superou as expectativas e hoje é titular absoluto da posição. Inicialmente, sua chegada foi para ser opção a Fabio.

Grêmio quer renovar contrato de João Pedro

O excelente rendimento de João Pedro fez a direção do Grêmio se antecipar e já sinalizar ao próprio jogador e seu empresário o desejo de renovar o contrato, que vai até dezembro deste ano. O lateral, neste momento, já pode assinar pré-contrato com qualquer equipe e a avaliação interna é de que este ótimo desempenho pode atrair interessados.

João Pedro pode permanecer no Grêmio para 2024. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)
João Pedro pode permanecer no Grêmio para 2024. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)

Atualmente, João Pedro tem salários de aproximadamente R$ 150 mil mensais, sendo um dos menores do time titular. O clube precisará iniciar negociações, já que não há nenhuma cláusula ou gatilho previsto para renovação automática, como acontece no contrato de outros jogadores.

João Pedro já disputou 31 jogos na temporada, com 1 gol marcado e 2 assistências. Sua contatação foi a décima das 20 que o clube realizou durante o primeiro ano da gestão liderada pelo presidente Alberto Guerra.