O Grêmio já se movimenta fortemente para uma reformulação no seu elenco para a próxima janela de transferências, que abre oficialmente no dia 3 de julho. Com boa campanha no Campeonato Brasileiro e nas quartas de final da Copa do Brasil, o clube tenta atingir a meta de vendas e também aumentar as opções para o elenco comandado pelo técnico Renato Portaluppi.

Em relação a saídas, um nome pode deixar o tricolor de forma precoce: Trata-se do lateral-direito Thomas Luciano, de apenas 21 anos. Lançado por Renato nas primeiras rodadas do Brasileirão, o jogador desperta forte interesse do Gil Vicente, clube da 1ª divisão de Portugal.

A negociação ainda está em fase inicial e deve evoluir nos próximos dias. O debate entre as partes é por uma liberação sem valores envolvidos, mas com o Grêmio mantendo um percentual dos direitos econômicos do atleta. O molde agrada os dirigentes gremistas.

Indefinição sobre renovação de contrato com o Grêmio facilita saída

Um ponto importante na situação é que Thomas Luciano possui contrato com o Grêmio apenas até dezembro deste ano. Com isso, poderia assinar um pré-contrato com qualquer equipe a partir do dia 1º de julho e sair totalmente de graça ao fim desta temporada.

Thomas Luciano em ação pelo Grêmio diante do RB Bragantino, pelo Brasileirão. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)
Thomas Luciano em ação pelo Grêmio diante do RB Bragantino, pelo Brasileirão. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)

O tricolor ainda não procurou o representante do jogador para tratar de uma possível ampliação de contrato. Atualmente, Thomas é o 3º jogador da posição, com João Pedro e Fabio acima na hierarquia.

Nesta temporada, já atuou em 8 jogos, sendo 6 deles no Brasileirão. Sua multa rescisória prevista em contrato é de 55 milhões de euros (R$289 milhões na cotação atual).