2023 é um ano extremamente importante para o Grêmio em todos os aspectos. Se dentro de campo o desempenho do time comandado pelo técnico Renato Portaluppi está sendo satisfatório e com 2 títulos já conquistados, fora dele as finanças são motivo de grande preocupação.

A projeção inicial da direção tricolor é de que o clube encerre o ano com aproximadamente R$49 milhões de déficit. Para melhorar este cenário, existem 2 objetivos: Diminuir custos e venda de jogadores do atual plantel.

Dentre os aspectos em relação a diminuição de custos está a adequação da folha salarial, que segue entre as 8 maiores do futebol brasileiro. Por isso, o objetivo é viabilizar pelo menos mais 5 saídas na próxima janela de transferências, que abre na primeira semana de julho.

O valor da folha salarial do Grêmio em 2023

Atualmente, o custo do futebol do Grêmio é de aproximadamente R$13 milhões. Esta quantia já significa uma redução em relação aos 3 primeiros meses do ano, quando o valor somado entre salários e direitos de imagem ultrapassou a casa dos R$16 milhões. Veja abaixo os valores referentes aos meses de janeiro, fevereiro e março:

MÊS FOLHA SALARIAL DIREITOS DE IMAGEM VALOR TOTAL
Janeiro R$ 10,4 milhões R$ 5,7 milhões R$ 16,1 milhões
Fevereiro R$ 9,7 milhões R$ 6,1 milhões R$ 15,8 milhões
Março R$ 9,9 milhões R$ 5,4 milhões R$ 15,3 milhões

Nos relatórios e balanços financeiros, o pagamento de direitos de imagem não é oficialmente contabilizado como um custo mensal. Entretanto, grande parte dos pagamentos são feitos de forma conjunta com os vencimentos.

(Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)
(Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)

Neste momento, os principais candidatos a deixar o clube nas próximas semanas são o lateral-esquerdo Diogo Barbosa (pendente apenas de oficialização), o meia Bitello (sondado por clubes do futebol europeu) e Rodrigo Ferreira (será devolvido ao Mirassol). Estima-se que, no melhor dos cenários, possa acontecer uma economia mensal de mais de R$500 mil.

Por outro lado, o tricolor deve oficializar a chegada do atacante Iturbe nos próximos dias. O atacante paraguaio deve assinar contrato até dezembro de 2024 com salários abaixo de R$400 mil mensais.