Titular e principal ativo do Grêmio desde o ano passado, o meia Bitello será o jogador mais assediado do clube na próxima janela de transferências, que abre oficialmente no dia 3 de julho. Recentemente, o clube definiu internamente o novo valor que pretende receber pelo atleta.

A mais nova convicção da direção tricolor é de garantir uma operação de pelo menos 13 milhões de euros (R$68 milhões na cotação atual). Por ser dono de 70% dos direitos econômicos do atleta, o clube ficaria com, ainda assim, uma quantia significativa e importante para o equilíbrio financeiro nesta temporada.

E neste momento, os maiores interessados se localizam na Rússia. CSKA e Spartak Moscou acompanham Bitello de perto e prometem apresentar propostas oficiais nas próximas semanas. O interesse é tão forte que foram enviados representantes ao Brasil para acompanhar o desempenho do jogador no clássico Gre-Nal, vencido por 3x1 no dia 21 de maio.

Bitello está na mira do futebol russo e pode deixar o Grêmio em julho. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)
Bitello está na mira do futebol russo e pode deixar o Grêmio em julho. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)

Detalhes do contrato de Bitello com o Grêmio

Bitello tem contrato com o Grêmio até o fim de 2025 e como dito acima, o tricolor tem 70% dos direitos econômicos do atleta. Seu salário é de aproximadamente R$130 mil, sendo um dos mais baixos do elenco atual.

O jogador trocou recentemente de empresários e uma renovação de contrato com valorização salarial é debatida internamente desde a final do Campeonato Gaúcho, principalmente pela reivindicação por um salário maior e ajuste em outros termos do vínculo.

Pelo Grêmio, Bitello tem 79 jogos. Até aqui, marcou 15 gols e teve 7 assistências contabilizadas. Já conquistou os títulos da Recopa Gaúcha e do Campeonato Gaúcho deste ano.