O Grêmio já possui um novo nome para ser uma das referências técnicas do time: Trata-se do atacante argentino Cristian Pavón, de 28 anos de idade e que estava no Atlético-MG desde julho de 2022. Após fracasso nas tentativas por Júnior Santos, do Botafogo, a direção tricolor mudou o foco e acertou a chegada do atleta do Galo.

Entretanto, a operação foi difícil de realizar. Pavón chega com o status de ser a 3ª maior compra da história do Grêmio, custando 4 milhões de dólares (R$19,8 milhões na cotação atual) aos cofres do tricolor, estando atrás apenas das contratações de Franco Cristaldo e Miller Bolaños, que custaram R$24,5 milhões e R$20 milhões, respectivamente.

Pavón é o mais novo reforço do Grêmio. (Foto: Pedro Souza / Atlético-MG / Divulgação)
Pavón é o mais novo reforço do Grêmio. (Foto: Pedro Souza / Atlético-MG / Divulgação)

O salário e os detalhes do contrato de Pavón com o Grêmio

Pavón assinou contrato com o Grêmio até dezembro de 2026, ou seja, por 3 temporadas. Além do custo para a compra, o tricolor acertou um salário de patamar elevado para seduzir o atleta a desembarcar em Porto Alegre. Seus vencimentos no Grêmio serão de aproximadamente R$700 mil, de acordo com a imprensa mineira.

Além do salário, o atleta também terá direito ao pagamento de luvas, o que eleva um pouco mais o custo mensal. Com isso, Pavón se torna um dos atletas mais bem pagos dentro do elenco comandado pelo técnico Renato Portaluppi.

Revelado pelo Boca Juniors, Pavón tem 304 jogos na carreira, com 59 gols marcados e 61 assistências. Também acumula passagens por Colón e Talleres na Argentina e LA Galaxy, dos Estados Unidos.