A polêmica e indefinição envolvendo a permanência de Luis Suárez no Grêmio segue sendo a grande protagonista nos bastidores do clube. O atacante uruguaio tem quadro de artrose no joelho direito e nas últimas semanas, devido as dores no local, cogitou se aposentar do futebol profissional.

Além disso, existe a possibilidade de uma transferência ao Inter Miami, para jogar ao lado de Lionel Messi na MLS. Todos os rumores e especulações envolvendo o futuro de Luis Suárez ganharam mais um capítulo na manhã desta terça-feira (27).

A informação, noticiada pela ESPN do Uruguai, é que Luis Suárez analisa 2 cenários para melhorar sua condição clínca.

Um deles é viajar à Barcelona para realizar um tratamento no seu joelho, e que não teria tempo indefinido de retorno aos gramados. O procedimento cirúrgico seria para reconstrução da cartilagem do joelho direito, que é o grande alvo das dores do jogador no momento.

Caso de fato decida optar pelo procedimento, o prazo de recuperação é de algum tempo, o que poderia, no pior cenário, tirar o atleta dos gramados por aproximadamente 4 meses.

Outro cenário cogitado é de realizar um tratamento preventivo em Porto Alegre, com o objetivo de diminuir o desgaste e a dificuldade de recuperação após os jogos. Com isso, a recuperação seria de menor prazo e desfalcaria o time por menos tempo, mas ainda seguindo com algumas dores no local.

Renato Portaluppi torce por final feliz envolvendo Suárez

Na entrevista coletiva após a vitória de 5x1 do Grêmio sobre o Coritiba, o técnico Renato Portaluppi comentou sobre o caso envolvendo Luis Suárez. O treinador tricolor revelou que torce por um desfecho positivo na situação:

"É um assunto delicado. Não vamos condenar nem os jornalistas, nem o clube. Tem coisa acontecendo sim, mas quem sabe mais pra frente eu falo. Ele tem dores no joelho, mas tem mais coisas acontecendo também. Espero que tenha um final feliz."

Suárez pode deixar o Grêmio. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)
Suárez pode deixar o Grêmio. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)

Suárez tem contrato com o Grêmio até dezembro de 2024 e sua multa rescisória é de 70 milhões de euros (R$365 milhões na cotação atual). Seu salário é um dos maiores do futebol brasileiro, sendo o valor líquido mensal de R$1,6 milhão. Somado a impostos, o valor beira os R$ 2 milhões.

Nesta temporada, são 26 jogos realizados, com 16 gols e 9 assistências. É o atacante que mais finaliza na atual edição do Campeonato Brasileiro e o líder de participações em gols do time. Além disso, conquistou os títulos da Recopa Gaúcha e do Campeonato Gaúcho.