Uma bomba caiu sobre os bastidores do Grêmio na noite desta quinta-feira (1). Através dos seus canais oficiais de comunicação, o tricolor anunciou a demissão do técnico Roger Machado e as saídas de Denis Abrahão e Sergio Vasquez do Departamento de Futebol.

Renato volta ao clube para a sua 4ª passagem. O novo técnico gremista fará sua estreia na partida diante do Vasco, que será no dia 11, na Arena. Para o jogo contra o Vila Nova nesta sexta-feira (2), quem comandará a equipe será César Lopes de forma interina.

Renato assinará contrato até dezembro deste ano, e chega com a missão de recolocar o clube na série A do Campeonato Brasileiro. Internamente, sua contratação representa uma manobra política muito relevante e tem como principal objetivo reafirmar o nome do presidente Romildo Bolzan como principal figura política da instituição no momento.

Renato Portaluppi foi anunciado pelo Grêmio na noite desta quinta-feira (1). (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)
Renato Portaluppi foi anunciado pelo Grêmio na noite desta quinta-feira (1). (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)

Para garantir o acesso, o Grêmio precisa de cerca de 59 pontos. Com 44 pontos já conquistados, o clube precisa de mais 4 vitórias para atingir tal número. Há 4 jogos sem vencer na competição, o tricolor viu sua vantagem dentro do G-4 diminuir para apenas 3 pontos. Seu principal concorrente no momento é o Londrina.

Juntamente com Renato, chegará seu auxiliar, Alexandre Mendes. O presidente Romildo Bolzan concederá entrevista coletiva nesta sexta-feira, ás 11h, no Auditório da Arena do Grêmio, para explicar as mudanças feitas no Departamento de Futebol.

Como técnico gremista, Renato foi campeão da Libertadores de 2017, da Copa do Brasil de 2016, da Recopa Sul-Americana de 2018 e do Campeonato Gaúcho nos anos de 2018, 2019 e 2020. Em sua última passagem, entre 2016 e 2020, se tornou o treinador com mais jogos na história do clube.