Com o objetivo de subir de patamar na disputa pelos principais títulos do futebol brasileiro, o Grêmio segue no páreo por mais um grande reforço nesta janela de transferências: Trata-se do atacante Michael, do Al-Hilal, da Arábia Saudita.

Com 26 anos de idade, o jogador deseja voltar ao Brasil e o tricolor é um dos concorrentes por sua contratação. Ao lado de Flamengo e Palmeiras, o Grêmio tenta superar a desvantagem financeira em relação a seus adversários no mercado e para isso, avalia internamente algumas alternativas.

Grêmio pode contar com ajuda de investidor externo por Michael

Buscando tornar a contração de Michael viável, a direção gremista avalia possibilidades. Por se tratar de uma negociação envolvendo altos valores, tanto de salários quanto de taxa de transferência. O Al-Hilal pede a quantia de 8 milhões de dólares para liberar o jogador, valor semelhante ao que pagou para tirá-lo do Flamengo em 2022.

Michael segue sendo o principal pedido do técnico Renato Portaluppi para o Grêmio. (Foto: Al-Hilal / Divulgação)
Michael segue sendo o principal pedido do técnico Renato Portaluppi para o Grêmio. (Foto: Al-Hilal / Divulgação)

Mesmo sabendo da dificuldade da operação, o técnico Renato Portaluppi segue tendo Michael como seu "plano A". Neste momento, o clube não discute internamente de forma efetiva a tentativa por outros nomes, já que o planejamento é de total prioridade ao pedido de Renato.

É importante salientar que já existe um denominador comum em relação aos salários do atleta, mesmo que seja necessária uma readequação na quantia recebida atualmente (cerca de R$1 milhão mensais). Michael tem contrato com o Al-Hilal até junho de 2025.