As Eliminatórias para a Copa do Mundo começam nesta semana para os países sul-americanos. Um dos grandes nomes da competição é Marcelo Moreno, atacante boliviano. Ele estreia, junto com a Seleção da Bolívia, no próximo dia 8 de setembro, contra o Brasil, no estádio do Mangueirão em Belém do Pará, às 21:45 (horário de Brasília).

O jogador que tem história em clubes brasileiros como Cruzeiro, Flamengo e Grêmio, é nascido na Bolívia, mas tem nacionalidade brasileira, além de seu pai ser brasileiro. Além de todo contexto pessoal, o jogo desta quinta-feira (07) será um marco para o jogador. O artilheiro deixará para trás Ronald Raldes e se isolará como o atleta com mais jogos pela Seleção da Bolívia, com 103 jogos.

"É sempre uma honra defender o meu país, tenho orgulho de representar essa camisa e o futebol boliviano. Jogar contra o Brasil tem sempre um gosto especial, pois eu tenho muita história em grandes clubes de lá, respeito muito a cultura, o povo e principalmente o futebol brasileiro. Vai ser um jogo muito especial e eu espero que possamos conseguir um resultado importante, para iniciarmos bem a competição", disse Marcelo.

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Nas últimas Eliminatórias para a Copa do Mundo, a seleção boliviana terminou em 9° lugar, com 15 pontos, em 18 jogos. Ficando a 11 pontos do Peru, quinto colocado, que se classificou para a repescagem da Copa. Cabe ressaltar que Marcelo Moreno maior artilheiro da seleção com 30 gols marcados.

"As eliminatórias para a Copa na América do Sul, são uma das mais difíceis do Mundo. Em poucos lugares você joga contra Neymar, Messi, Vinícius Jr, Luis Suarez e outros craques mundiais. Me sinto preparado para o desafio e creio que levar a Bolívia para a Copa do Mundo seja o meu principal objetivo e o fechamento de um ciclo que me deu muitas alegrias", completa Marcelo Moreno.

Após o jogo contra o Brasil, o próximo adversário da Bolívia será a atual campeã do Mundo Argentina. O jogo acontece em La Paz, no estádio Hernando Siles Stadium, no próximo dia 12 de setembro, às 17h (horário de Brasília).