A janela de transferências para o futebol brasileiro ainda não abriu oficialmente, mas o Grêmio já iniciou suas movimentações buscando reforçar o grupo que atuará na próxima temporada. A presença da Copa Libertadores da América no calendário tricolor aumenta a exigência sobre as necessidades do elenco.

Ao mesmo tempo, a direção precisa cumprir a meta de vendas estabelecida no orçamento, que é de R$ 90 milhões. Por isso, internamente existe o entendimento de que poucos atletas são considerados "intocáveis". Confira abaixo quem são os 4 favoritos a deixarem o tricolor nas próximas semanas.

Os 4 favoritos a deixarem o Grêmio em 2024

Ferreira (atacante)

Primeiro nome a ser ventilado em outros clubes do país, o atacante Ferreira puxa a fila dos favoritos a deixar o Grêmio em 2024. Neste momento, o maior interessado é o São Paulo, que há cerca de 3 semanas já mantém conversas para viabilizar sua ida ao Morumbi.

Sem grande capacidade de investimento, o molde de negociação preferido do time paulista é a troca de atletas. Até o momento, alguns jogadores já foram oferecidos ao Grêmio como compensação. São eles:

  • Luan (volante);
  • Gabriel Neves (volante);
  • Igor Vinicius (lateral-direito);

Por ter contrato até dezembro de 2024, esta é a última possibilidade do Grêmio em negociar Ferreira com o objetivo de receber alguma compensação, tendo em vista que em julho, já poderá assinar um pré-contrato com qualquer outro clube e sair de graça.

Ferreira é grande desejo do São Paulo para 2024. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)
Ferreira é grande desejo do São Paulo para 2024. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)

Cuiabano (lateral-esquerdo)

Considerado uma das maiores promessas da atual geração das categorias de base do Grêmio, o lateral-esquerdo Cuiabano também é muito cobiçado e pode deixar o tricolor. Entretanto, no seu caso, o maior interesse vem do exterior.

Clubes dos Estados Unidos e da Itália monitoram sua situação contratual. Aos 20 anos, seu contrato com o Grêmio vai até dezembro de 2024 e ainda não é visto como unanimidade na sua posição, atualmente ocupada por Reinaldo.

Nesta temporada, por exemplo, o maior número de jogos foi quando atuou mais avançado, como atacante pelo lado esquerdo.

Cuiabano pode render grande venda ao Grêmio. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)
Cuiabano pode render grande venda ao Grêmio. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)

Gabriel Grando (goleiro)

Muito criticado pela torcida ao longo de todo o ano, o goleiro Gabriel Grando também deve ser assediado pelo futebol europeu após a abertura da janela de transferências. Clubes de 2º escalão do futebol italiano realizaram sondagens e analisam a possibilidade de oferecer proposta.

Seu contrato com o Grêmio vai até dezembro de 2025 e aos 23 anos, possui boa reputação entre os clubes médios da Europa.

Reserva na reta final do ano, Gabriel Grando é cobiçado por clubes europeus. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)
Reserva na reta final do ano, Gabriel Grando é cobiçado por clubes europeus. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)

Gustavo Martins (zagueiro)

Por fim, está um nome que a direção do Grêmio aposta como grande opção no grupo para 2024, mas que está sendo assediado por clubes europeus: Gustavo Martins. Aos 21 anos e com contrato até dezembro de 2025, o defensor já recebeu ofertas na última janela de transferências e se valorizou ainda mais após o bom desempenho no 2º turno do Campeonato Brasileiro.

Caso o Grêmio receba alguma oferta considerável, existe a possibilidade real de saída do jogador. Sua multa rescisória está fixada em 80 milhões de euros (R$ 424 milhões na cotação atual).

Gustavo Martins ganha espaço no elenco para 2024, mas é cobiçado por clubes europeus. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)
Gustavo Martins ganha espaço no elenco para 2024, mas é cobiçado por clubes europeus. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)