O Grêmio teve uma importante novidade no treino desta quarta-feira (07), no CT Luiz Carvalho. Afastado dos jogos do Tricolor há quase 80 dias, o camisa 10 Ferreira treinou com o restante do elenco gremista.

Contra o Ypiranga, pela partida de volta da semifinal do Campeonato Gaúcho, Ferreira sofreu uma distensão grau III no músculo adutor da coxa esquerda. Desde então, o atacante não esteve à disposição do técnico Renato Portaluppi em 15 partidas.

Reprodução / João Guimarães
Reprodução / João Guimarães

Em processo de recuperação, o atacante Ferreira apareceu no gramado do centro de treinamento e participou das atividades com o restante dos jogadores do Grêmio. No entanto, o camisa 10 ainda não está apto para participar de jogos.

Lesões

A distensão de grau III no músculo adutor da coxa foi a 6ª lesão sofrida pelo atleta desde que subiu ao profissional do Grêmio. Desde 2019, quando passou a ser utilizado por Renato Portaluppi, Ferreira esteve fora das atividades do Tricolor em cerca de 428 dias.

Além das lesões ao longo dos últimos anos, o camisa 10 gremista ficou afastado das partidas e treinamentos em 2020, quando houve um desacerto na renovação de contrato.

  • Em 2020 (28/02): Afastado após desacerto em renovação contratual - Desfalque por 71 dias;
  • Em 2021 (11/07): Lesão parcial do ligamento colateral medial do joelho direito - Desfalque por 46 dias;
  • Em 2022 (14/02): Distensão no músculo adutor da coxa direita, grau I - Desfalque por 38 dias;
  • Em 2022 (11/05): Correção de hérnia inguinal - Desfalque por 79 dias;
  • Em 2022 (27/07): Lesão muscular na coxa esquerda, grau I - Desfalque por 26 dias;
  • Em 2022 (21/08): Distensão no músculo posterior da coxa esquerda, grau II - Desfalque por 73 dias;
  • Em 2023 (05/02): Poupado por desgaste físico - Desfalque por 23 dias;
  • Em 2023 (25/03) - Distensão no músculo adutor da coxa esquerda, grau III - Desfalque, até então, por 72 dias.