Em busca do hexacampeonato da Copa do Brasil, o Grêmio já conhece seus possíveis adversários na terceira fase da competição nacional. A partir de agora os confrontos serão realizados com jogos de ida e volta, com data ainda a ser confirmada.

Os 20 clubes sobreviventes das duas primeira etapas da competição se unem aos times que chegam da Libertadores (Grêmio, Palmeiras, Flamengo, Atlético-MG, Botafogo, Bragantino, Fluminense e São Paulo), além de Athletico-PR (via Brasileirão do ano passado), Ceará (campeão da Copa do Nordeste), Goiás (campeão da Copa Verde) e Vitória (campeão da Série B).

Ao todos, os 32 times serão divididos em dois potes, onde será levado em consideração o ranking da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Os 16 melhores farão parte do pote 1, enquanto as demais equipes ficam no pote 2. A ordem dos mandos de campo também será sorteada.

O Tricolor poderá enfrentar os seguintes times: Goiás, Vasco, Juventude, Sport, CRB, Vitória, Criciúma, Sampaio Corrêa, Operário-PR, Botafogo-SP, Brusque, Ypiranga-RS, América-RN, Amazonas, Águia de Marabá e Sousa-PB.

Os potes

Pote 1: Flamengo, Palmeiras, São Paulo, Athletico-PR, Atlético-MG, Corinthians, Fluminense, Grêmio, Fortaleza, Internacional, Bahia, Botafogo, Red Bull Bragantino, Atlético-GO, Ceará e Cuiabá.

Pote 2: Goiás, Vasco, Juventude, Sport, CRB, Vitória, Criciúma, Sampaio Corrêa, Operário-PR, Botafogo-SP, Brusque, Ypiranga-RS, América-RN, Amazonas, Águia de Marabá e Sousa-PB.

Premiação

Lucas Uebel / Grêmio FBPA
Lucas Uebel / Grêmio FBPA
  • Terceira fase: R$ 2,205 milhões;
  • Oitavas de final: R$ 3,465 milhões;
  • Quartas de final: R$ 4,515 milhões;
  • Semifinais: R$ 9,45 milhões;
  • Vice-campeão: R$ 31,5 milhões;
  • Campeão: R$ 73,5 milhões.