A carreira de um dos maiores ídolos da história recente do Grêmio está chegando ao fim. O volante Maicon, que foi campeão da Copa do Brasil de 2016, da Copa Libertadores de 2017 e atuou por 6 anos no tricolor, oficializou sua aposentadoria do futebol. O relato aconteceu em entrevista à Rádio Gre-Nal, de Porto Alegre.

Desanimado, o jogador declarou que após a saída do Grêmio, aceitou a proposta do CRB para seguir atuando. Entretanto, as recorrentes lesões impossibilitaram uma sequência e por isso, deixou o clube alagoano:

"Tentei jogar no CRB, mas tive lesões e me desanimei. Primeira vez que vou falar isso. Eu vou parar de jogar. Vou oficializar o fim da carreira no próximo mês, no dia do meu aniversário. Vou buscar novos desafios pra minha carreira." declarou.

Além disso, Maicon revelou que foi alvo de interesse da Chapecoense a convite de Marcelo Cabo, seu primeiro treinador e amigo pessoal. Mesmo assim, o jogador alegou que não tem mais desejo de jogar por conta de suas lesões:

"Chapecoense me convidou pra jogar lá. O professor Marcelo Cabo, que me levou pro CRB, me chamou pra ir pra lá. Mas eu não quero mais, por conta das lesões. Quero curtir meus treinos aqui na praia. É mais leve. Mas vou torcer pela Chape."

Maicon afirmou que deve se aposentar oficialmente nos próximos meses. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)
Maicon afirmou que deve se aposentar oficialmente nos próximos meses. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)

Maicon falou sobre rebaixamento do Grêmio e alfinetou dirigente do clube

Outro ponto importante da entrevista concedida por Maicon foi os acontecimentos prévios ao 3º rebaixamento do clube para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro. A demissão do técnico Renato Portaluppi e as divergências com Marcos Herrmann (vice-presidente do clube) foram abordadas:

"Todos sabem que o Marcos Herrmann me demitiu. Não tenho raiva, mas não quero contato. Ele poderia ter vindo falar comigo, dizendo que me demitiria e explicando os motivos, mas nem falou comigo. Não foi correto comigo. Imagina acontecer com Geromel e Kannemann. Seria péssimo. Tomara que não. São grandes caras, profissionais, vencedores. Merecem o melhor sempre, pra eles e para os familiares."

"Renato ganhou tudo no clube. A diretoria tomou a decisão de demitir, mas até em conversa com o Renato. Nós jogadores entendíamos que não era o melhor momento. Talvez não tivesse caído pra segunda divisão. Mas são coisas do futebol." finalizou.

Pelo Grêmio, Maicon atuou em 208 jogos, com 14 gols marcados. Pelo tricolor, conquistou a Copa do Brasil de 2016, a Libertadores de 2017, a Recopa Sul-Americana de 2018 e o Campeonato Gaúcho nos anos de 2018, 2019, 2020 e 2021.