Último reforço anunciado pelo Grêmio, o atacante Cristian Pavón se tornou a terceira contratação mais cara da história do clube. Para acertar a chegada do argentino de 28 anos, o Tricolor desembolsou US$ 4 milhões (R$ 19,8 milhões de acordo com a cotação atual) junto ao Atlético-MG.

O jogador convocado pela seleção da Argentina para a Copa do Mundo de 2018 fica atrás apenas de Franco Cristaldo, contratado do Huracán por R$ 24 milhões, e de Jaminton Campaz, que foi comprado junto ao Tolima por R$ 21 milhões.

Lucas Uebel / Grêmio FBPA
Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Além do atual camisa 10 do Grêmio, os volantes Villasanti e Carballo, que fazem parte do atual elenco, aparecem na lista dos maiores investimentos realizados pelo Tricolor.

As 10 contratações mais caras da história do Grêmio

Jogador Valor Ano Time
1 Franco Cristaldo R$ 24 milhões 2023 Huracán-ARG
2 Jaminton Campaz R$ 21 milhões 2021 Tolima-COL
3 Cristian Pavón R$ 19,8 milhões 2024 Atlético-MG
4 Miller Bolaños R$ 19,4 milhões 2016 Emelec-EQU
5 Mathías Villasanti R$ 18 milhões 2021 Cerro Porteño-PAR
6 Giuliano R$ 18 milhões 2014 Dnipro-UCR
7 Felipe Carballo R$ 15,6 milhões 2023 Nacional-URU
8 Marcelo Moreno R$ 14,5 milhões 2012 Shakhtar Donetsk-UCR
9 Diego Churín R$ 11,2 milhões 2020 Cerro Porteño-PAR
10 Diogo Barbosa R$ 10 milhões 2020 Palmeiras

Das 10 negociações mais caras feitas pelo Grêmio em sua história, três são da gestão de Alberto Guerra, que teve início na última temporada. Cristaldo e Carballo foram contratados com auxílio do empresário Celso Rigo. Junto com Pavón, foram gastos aproximadamente R$ 59,4 milhões.