De olho em reforços para reforçar o grupo do técnico Renato Portaluppi, um velho conhecido da torcida gremista foi oferecido ao Grêmio. Trata-se do chileno Eduardo Vargas, que vestiu as cores do Tricolor em 2024.

A notícia foi divulgada pelo repórter Thiago de Araújo, setorista do Atlético-MG, Eduardo Vargas estaria negociando com o Grêmio. O atacante de 34 anos estava em negociação para defender o Fortaleza, no entanto, o chileno recusou a proposta do Leão do Pici.

Ale Vianna/Agência Estado
Ale Vianna/Agência Estado

Segundo o repórter, o ex-jogador gremista não aceitou atuar no futebol nordestino pela distância que ficaria da namorada, que mora em Belo Horizonte, capital do estado de Minas Gerais.

No entanto, Porto Alegre também não deve ser o destino de Vargas. Lucas Tanaka, que cobre o Galo, e Juliano Britto, narrador da Copero TV, noticiaram que o Grêmio não demonstrou interesse em repatriar o atleta. O ex-gremista foi oferecido pelo empresário André Cury.

Considerado um nome caro no elenco do técnico Luiz Felipe Scolari, o jogador está fora dos planos da diretoria do Atlético-MG. De acordo com o jornalista Thiago Fernandes, do portal Goal, o clube mineiro está disposto a negociá-lo sem compensação financeira, apenas com o pagamento de parte do salário.

Pavón

Destaque do Grêmio neste começo de temporada, o argentino Cristian Pavón, de 28 anos, também estava no Atlético-MG. Para contratar o atacante, o Imortal desembolsou 4 milhões de dólares (R$19,8 milhões na cotação atual).

Autor de três gols e de três assistências com a camisa do Tricolor, Pavón é a terceira maior contratação da história do Grêmio.