Reforço do Grêmio para a temporada, o argentino Agustín Marchesín desembarcou em Porto Alegre e logo se tornou o arqueiro titular do técnico Renato Portaluppi. O bom desempenho do goleiro tem se refletido em estatísticas no Campeonato Gaúcho.

Em cinco partidas, o jogador de 35 anos sofreu apenas dois gols. No entanto, Marchesín contribuiu para que o Grêmio não fosse mais vezes vazado. O goleiro gremista é o atleta da posição que mais fez defesas no estadual, foram 17, média 3.4 por confronto.

Lucas Uebel / Grêmio FBPA
Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Na última edição do Campeonato Brasileiro, o sistema defensivo do Tricolor foi bastante criticado pelos torcedores pela quantidade de gols sofridos, 56 em 38 rodadas. Neste começo de ano, a dupla Pedro Geromel e Kannemann voltou a atuar junta e o clube parou de sofrer tantos revés..

Porém, o Grêmio é a equipe do Gauchão que mais sofre finalizações. Em sete partidas, a meta gremista foi atacada 84 vezes. Sendo 30 chutes em direção ao gol e 54 sem oferecer perigo aos goleiros Marchesín e Caíque, únicos do elenco que atuaram.

Apesar do alto número de ataques contra, o arqueiro argentino teve que fazer apenas duas defesas consideradas difíceis. Já Caíque, em dois duelos, defendeu três bolas que iam em direção ao gol e viu duas saírem para a linha de fundo.

O salário e o contrato de Marchesín no Grêmio

Marchesín assinou contrato com o Grêmio até dezembro de 2025 e chegou sem custos, já que o próprio atleta negociou com o Celta de Vigo para sair de forma gratuita. Seus vencimentos são de aproximadamente R$450 mil, valor inferior ao que recebia no clube espanhol.