A torcida do Botafogo parece ter perdido a paciência com o atacante Tiquinho Soares. O jogador perdeu mais um pênalti na temporada, desta vez, no empate diante do Aurora, pela primeira fase da Libertadores 2024. Os muros do estádio Nilton Santos amanheceram pichados e o principal alvo foi Tiquinho, que até pouco tempo atrás, interessava ao Grêmio.

Imagem: Divulgação Vitor Silva/Botafogo
Imagem: Divulgação Vitor Silva/Botafogo

Tiquinho Soares ainda pode reforçar o Grêmio?

Entre as pichações, estavam palavras como "pipoqueiro", direcionadas diretamente para o atacante do Botafogo. Além de Tiquinho, o Botafogo e o diretor de futebol do clube carioca, André Mazzuco, também foram alvos da fúria da torcida.

No começo de fevereiro, Tiquinho Soares havia dito sim ao Grêmio e tinha grande desejo de vestir a camisa do Imortal nesta temporada. Contudo, o Botafogo complicou a negociação e rejeitou a oferta oficial do Grêmio de R$ 21,3 milhões pelo jogador de 33 anos. Desta forma, o tricolor gaúcho acabou acertando a vinda de Diego Costa, que foi reserva de Tiquinho em 2023.

Na ocasião, o Botafogo avia avaliado o jogador como de extrema importância para o time e que seria muito difícil encontrar uma reposição a altura. Lembrando que o contrato de Tiquinho Soares com o Botafogo vai até dezembro de 2024. Desta forma, em julho deste ano, ele já poderá assinar um pré-contrato com qualquer equipe.

Tiquinho Soares atuou em 54 jogos no ano passado, marcando 29 gols. Mesmo com a queda de desempenho do Botafogo no 2º turno do Campeonato Brasileiro, foi o vice-artilheiro da competição, com 17 gols e 4 assistências.